Comprou ingresso e o show foi cancelado?


Quando o evento for cancelado por dolo ou culpa da organização o consumidor terá direito a restituição integral do valor pago e, se for o caso, indenização por perdas e danos.

Quando o cancelamento do evento não ocorrer por culpa da organização, o ressarcimento será apenas do valor pago, sem perdas e danos.

É preciso, inicialmente, aguardar um posicionamento da empresa. Normalmente, a produtora do evento já tem um procedimento padrão nesses casos.


Se tudo ocorrer de forma normal, a produtora do evento deverá esclarecer as dúvidas e dar um posicionamento aos que compraram ingressos, em até 24 horas.

A empresa tem o dever de informar de forma clara como será feito o ressarcimento e também que essa informação seja veiculada nos mesmos canais em que houve a divulgação do evento. A organizadora do evento não pode agir como quiser, ainda que esteja dentro do “procedimento padrão” que foi citado acima. É preciso respeitar os seguintes direitos do consumidor:

• O consumidor deve receber o valor da mesma forma que pagou, ou seja, se o pagamento do ingresso foi feito em dinheiro é dessa forma que deverá ser devolvido. Caso tenha sido através de cartão de crédito ou débito, o estorno na fatura deverá ser feito pela própria empresa.

• Não aceitar a nova data do evento.

É comum que após o cancelamento os produtores negociem com os artistas para realizar o show em nova data.

Mesmo que isso aconteça, a produção do evento não poderá obrigar o consumidor a aceitar a nova data e nem penaliza-lo por isso pois, caso contrário, pode ser caracterizada prática abusiva.

Posts recentes

Ver tudo

Direito sistêmico e o direito de família

Para SAMI STORCH, Juiz de Direito no Tribunal de Justiça da Bahia, precursor do direito sistêmico, os conflitos entre grupos, pessoas ou internamente em cada indivíduo são provocados, em geral, por ca